Quem somos


A Confederação Nacional de Reformados, Pensionistas e Idosos que adoptou a sigla MURPI foi instituída em 27 de Maio de 1978, na 1ª Conferência deste Movimento, realizada na Amadora, com a participação de mais de duas centenas de associações, e tem como objectivos dinamizar os reformados, pensionistas e idosos e suas organizações na defesa do seu caderno reivindicativo e da sua plena integração e participação na vida da sociedade, promover, organizar e apoiar acções conducentes à efectivação dos seus direitos e pretensões para garantia de uma vida digna e de bem-estar, e patrocinar, com as Federações, associações e outras organizações, iniciativas e actividades de natureza educativa, sócio cultural, desportiva e outras.

A Confederação Nacional de Reformados Pensionistas e Idosos MURPI é uma organização não governamental, pioneira no nosso País no movimento associativo dos reformados e pensionistas, que ao longo da sua existência tem contado com a participação abnegada e solidária de milhares de dirigentes e activistas que protagonizaram lutas pelas conquistas alcançadas: pensão social, pensão de sobrevivência, pensão de viuvez, 13º e 14º mês e aumento progressivo do valor das reformas indexadas ao salário mínimo nacional que vigorou até 2009.

Desde 1978 que o MURPI reivindica o seu reconhecimento como parceiro social, mas outras lutas e outras reivindicações estão inscritas no património de luta desta organização, de que destacamos os cortes e o congelamento das pensões, por exigência da aplicação do Pacto de Rapina da Troika, subscrito pelo PS, PSD e CDS-PP.

A Confederação Nacional de Reformados, Pensionistas e Idosos MURPI engloba, actualmente, 7 Federações (Beja, Évora, Leiria, Lisboa, Porto, Santarém, Setúbal) e 170 Associações situadas nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Leiria, Castelo Branco, Lisboa, Santarém, Setúbal, Évora, Beja, Portalegre e Faro.

A Confederação Nacional de Reformados, Pensionistas e Idosos MURPI publica um Jornal, com a periodicidade bimestral, desde 1979, “A Voz do MURPI” que, a partir de 1991, passou a designar-se como “A Voz dos Reformados”.

A Confederação Nacional de Reformados, Pensionistas e Idosos MURPI organiza anualmente uma festa “Piquenicão” com a participação de mais de três mil pessoas e a intervenção de dezenas de Grupos de Cantares das Associações de Reformados.