Os reformados reclamam e exigem melhores condições de vida

IR MAIS LONGE EM 2018

 A Direção da Confederação de Reformados, Pensionistas e Idosos MURPI e as suas organizações distritais promovem, de 7 a 13 de novembro, ações de esclarecimento e contacto com os reformados, pensionistas e idosos, divulgando as suas reivindicações, aprovadas pela Direção, e que pretendem ver contempladas no Orçamento do Estado para 2018.

Sob o título “Ir mais longe em 2018” o documento que vai ser divulgado contém 8 medidas essenciais que a serem aprovadas irão contribuir para melhorar as condições de vida, de forma a permitir “Envelhecer com Dignidade”.

Ver folheto

 

Continue lendo Os reformados reclamam e exigem melhores condições de vida

UTENTES (des)ESPERAM JUNTO DO CENTRO NACIONAL DE PENSÕES

Carta Aberta

O País assiste, com sentimentos de revolta, à insólita situação da fila interminável de utentes que madrugam, junto do Centro Nacional de Pensões (CNP), na esperança de um atendimento condigno a que têm direito querendo apenas ver o seu problema resolvido.

Esta situação, que revela falta de respeito pelos utentes da segurança social, tem causas e responsáveis que não dão uma explicação ao público, mas tão-somente prometem que o assunto vai ser resolvido, continuando sempre adiado!

Continue lendo UTENTES (des)ESPERAM JUNTO DO CENTRO NACIONAL DE PENSÕES

Cortes nas pensões? NÃO. Finalmente a reposição do pagamento de metade do subsídio de Natal em dezembro de 2017

Durante três anos os reformados foram espoliados do subsídio de Natal, com o seu pagamento em conjunto com a pensão, em 12 prestações mensais (duodécimos). Com esta medida o anterior governo PSD/CDS visou dois objetivos:

  1.  Encobrir a sua ação penalizadora de cortes e de aumento de impostos, distribuindo o valor do subsídio de Natal em duodécimos, para que os reformados não se apercebessem, mês a mês, de quanto estavam a ser roubados;
  2.  Criar condições para o “desaparecimento” do subsídio de Natal.

A situação vai começar a ser regularizada este ano, com o pagamento de metade do subsídio de Natal no mês de dezembro, sendo o restante pago em duodécimos. Ao mesmo tempo que há o compromisso de em 2018 ser, finalmente, reposto o seu pagamento integral em dezembro. Continue lendo Cortes nas pensões? NÃO. Finalmente a reposição do pagamento de metade do subsídio de Natal em dezembro de 2017

Pensionistas lesados pelos CTT

Muitos pensionistas têm sido confrontados com o atraso na distribuição da correspondência e com a impossibilidade de efetuarem o levantamento das suas pensões através do vale postal dos CTT.

As razões invocadas para não efetuarem o pagamento têm sido das mais diversas, desde a falta de numerário ou invocação que a Caixa Geral de Depósitos não efetuou a transferência dos valores das pensões.

Esta situação grave é um atentado contra os direitos dos reformados, pensionistas e idosos que têm como único rendimento o resultante das pensões. Continue lendo Pensionistas lesados pelos CTT

Não à discriminação dos condutores com mais de 65 anos

A Confederação Nacional de Reformados, Pensionistas e Idosos MURPI expressa o seu desacordo contra a proposta discriminatória contida no PLANO ESTRATÉGICO NACIONAL DE SEGURANÇA RODOVIÁRIA, em discussão pública, pelas seguintes razões:

  1. É discriminatória qualquer medida que vise cercear, dificultar e onerar os condutores com mais de 65 anos de idade na revalidação da sua carta de condução.
  2. Pretende-se penalizá-los só pelo facto de usufruírem da situação que resulta do aumento da esperança de vida;
  3. É uma medida que visa estigmatizar socialmente quem é idoso;

Deste modo, reafirmamos a nossa discordância e oposição à proposta que visa discriminar condutores com o critério de terem mais de 65 anos de idade, pelo que exigimos que esta seja retirada do PENSE 2020.